Ainda sobre inclusão digital

O interessante de supervisionar estágios é poder estar em contato com uma multiplicidade de temáticas simultaneamente. Além disso, pensar todas estas temáticas buscando articular com o fazer pedagógico: Como propor uma dinâmica que leve em conta o referencial teórico em estudo? Como articular teoria e prática? Percebo que ainda é necessário aprofundar estudos sobre a questão da inclusão digital, que, ao meu ver, ainda é entendida apenas como oportunizar o contato com a informática. De fato, passa por isso, mas tem a ver com inserção e cidadania. Outra coisa que temos que cuidar é misturar inclusão digital com inclusão de pessoas com necessidades especiais (PNE): somente disponibilizar uma tecnologia assitiva para um determinado sujeito e ensiná-lo a utilizar um editor de texto ou navegação na Web não se caracteriza como inclusão digital.

Sugiro um passeio pelo site do Ministério de Ciência e Tecnologia (http://www.mct.gov.br), especialmente na área de Tecnologia da Informação e Comunicação. Também não deixe de visitar o site de Inclusão Digital, mantido pelo Ministério das Comunicações (http://www.idbrasil.gov.br).

Para quem gosta de ler (espero que meus alunos estejam nesta categoria :-), segue a dica: PELLANDA, Nize Maria Campos et al. Inclusão digital : tecendo redes afetivas/cognitivas. Rio de Janeiro, RJ : DP&A, 2005.). Boa leitura!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s